Imprensa/Shows - FPS Produções - Fillipe P. Sibioni

shows@julianagaldeano.com          11 94707-8265

                                                             11 97319-5957

  • Facebook Basic Black
  • Black Instagram Icon
  • Black YouTube Icon
  • Twitter Basic Black

© 2017 by Juliana Galdeano. All Rights Reserved. Proudly created with Wix.com

RELEASE - JULIANA GALDEANO

FOR EXPORT

Esta experiência musical versa sobre as diversas facetas da natureza humana, assim como suas relações, conflitos, medos e impressões. Os canais de expressão escolhidos são fusões rítmicas entre as suas raízes brasileiras, como a Bossa Nova e o Baião, e influências internacionais como o Jazz e o Folk. Resultando em um trabalho ao mesmo tempo cosmopolita e inovador.

Recheado de canções autorais, entre elas 4 inéditas, "Juliana Galdeano - For Export" é um mosaico de variedades rítmicas unidas pelo conceito de Música Brasileira Tipo Exportação.

AS CANÇÕES

Fusão rítmica entre o house e a bossa-nova, é uma fusão também instrumentalmente já que mistura a guitarra típica do rock com efeitos de teclado do house em uma metamorfose rítmica regada a samba e harmonias baseadas no jazz, com foco na dinâmica entre as partes da música.

Destaque para a produção esmerada de Fillipe Sibioni.

Faixa 1 - Danger

Uma canção ligada ao cenário atual do pop e folk internacionais, com pitadas de soul e Bossa Nova. O tema é a perda, e a negação da mesma, o recusar-se a seguir em frente após perder alguém querido, e um apelo, uma súplica por respostas.

Com batidas incomuns, e baixo marcante Dyllan é um tema de suspense, que reflete a história desta composição.

Faixa 3 - Dyllan
Faixa 5 - Bônus
You Know What I Mean

Nova versão da canção lançada no seu primeiro trabalho, o single natalino Hope You Agree. Unindo o R&B à batida do Hip-Hop, com pitadas de samba (bateria de Henrique Polak), Juliana conta uma história de amizade e ajuda mútua. Uma curiosidade é que essa canção foi feita para o seu cachorro, e as notas agudas da introdução são uma homenagem ao modo como ele agia nos ensaios, tocando (mais frequentemente) as notas agudas do piano com o rabo.  

Fusão entre o Baião, típico do nordeste brasileiro, e o Folk típico do meio-oeste americano. Com letra em inglês, Ballad desenvolve-se em seis estrofes de seis versos cada, estilo que pode ser relacionado ainda ao repente e à literatura de cordel, também oriundas da cultura nordestina. A temática  é a do poeta errante, eternamente apaixonado mas coberto de incertezas sobre a vida e o amor.

Instrumentalmente, Ballad também surpreende, já que mistura bateria e percussão corporal executadas de maneira criativa e precisa pelo jovem Alex Marques, que faz parte do cenário paulistano do RAP. As guitarras conversam entre si, e o solo de Bento é típico do western norte-americano.

O piano introduz o tema, e prenuncia a festa de variedades sonoras que virão na sequencia. 

Faixa 2 - Ballad
Faixa 4 - Jogos Perigosos

Canção sobre relações de poder, que traz inovação. Em Jogos Perigosos Juliana introduz a Técnica do Pedal Reverso, criação sua baseada no fenômeno acústico da inversão de polarização de pedal possível no instrumento eletrônico. As harmonias são baseadas na MPB e no Jazz.

Outro destaque é o violão dedilhado de Gabriela Gaspar.

This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now